ProSAVANA – PD

Apoio ao Plano Director com vista ao Desenvolvimento Agrícola no Corredor de Nacala, em Moçambique.

Objectivo do Projecto

Formular um Plano Director com vista ao Desenvolvimento Agrícola, que contribua para o desenvolvimento social e económico, no sentido de promover um sistema de produção sustentável e reduzir a pobreza na região do Corredor de Nacala, com especial atenção aos pequenos produtores.

Área de Estudo

A área de incidência do Projecto abrange 19 distritos: Monapo, Muecate, Meconta, Nampula, Mogovolas, Murrupula, Mecubúre, Ribáuè, Lalaua e Malema, na Província de Nampula. Cuamba, Mecanhelas, Madimba, Ngauma, Lichinga, Majune e Sanga, na Provínicia do Niassa. Gurué e Alto Molócuè, na Província da Zambézia.gião do Corredor de Nacala, com especial atenção aos pequenos produtores.

Duração

Março de 2012 até ao Primeiro Trimestre de 2014

Intituições implementadoras:

Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar

Rua da Resistência 1746, Caixa Postal 1406, Maputo, Moçambique

Tel: +258 21 415276www.minag.gov.mz

O Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA) é responsável pela afectação do pessoal necessário, de modo a contribuir para a boa execução do ProSAVANA-PD e agilizar os meios necessárias para os especialistas japoneses e brasileiros.

 

Estabelecida e incorporada como Agência Administrativa pelo Acto Nº 136, 202, a JICA tem como meta contribuir para a promoção da cooperação internacional assim como o desenvolvimento da economia japonesa e global por meio do apoio ao desenvolvimento sócio-económico, recuperação ou estabilização económica das regiões em desenvolvimento. A JICA seleccionou o consórcio de empresas japonesas de consultoria: Oriental Consultants Co., Ltd. (representante), a NTC International Co., Ltd. e a Task Co., Ltd.. As instituições técnicas japonesas trabalham conjuntamente com os seus homólogos moçambicanos e brasileiros na preparação dos documentos técnicos enumerados no Acordo Tripartido do Projecto.

A Agência Brasileira de Cooperação (ABC), criada em 1987, integra a estrutura do Ministério das Relações Exteriores (MRE), tem como atribuição negociar, coordenar, implementar e acompanhar os programas e projetos brasileiros de cooperação técnica, executados com base nos acordos firmados pelo Brasil com outros países e organismos internacionais.

Para desempenhar sua missão, a ABC se orienta pela política externa do MRE e pelas prioridades nacionais de desenvolvimento, definidas nos planos e programas sectoriais de Governo. No âmbito do ProSAVANA-PD, a ABC coordena as actividades e mobilização de recursos para a formulação do Plano Director.

Veja também:
ProSAVANA – PI
ProSAVANA – PEM